>

1 de mai. de 2024

INSENSATEZ - Pedro Luso de Carvalho

 

                 




   INSENSATEZ

         - Pedro Luso de Carvalho



Eu sempre tive grandes propósitos,

mas não queria o mundo assim,

e como estava não me servia.



Eu queria o sol multiplicado,

brilho sem conta na manhã cálida,

no orvalho a festa de muitos sóis.



E a natureza toda festiva,

é a natureza em euforia,

merecido desfrute da vida.



Mais tarde a mudança repentina,

e da brisa veio a tempestade,

do tépido sol veio o incêndio.



Do clarão e estalidos das chamas,

tanta morte de animais e gente,

e a natureza morre um pouco.



Onde ficaram os meus propósitos?

Onde está esse mundo melhor?

Esses são os meus sonhos perdidos.




________________________//_______________________






35 comentários:

  1. Purtroppo la natura ci presenta scenari violenti, e dolorosi, ai quali non si può rimanere indifferenti.
    Sempre bello leggerti, un caro saluto Pedro

    ResponderExcluir
  2. Sueños y deseos que tenemos y después no se cumplen. El mundo va mal e igualmente la naturaleza nos sorprende con su furia, produciendo grandes desastres, recordándonos que tenemos que cuidarla.
    Los sueños se pierden entre las malas acciones del hombre.
    Un poema precioso que me encantó leer Pedro.
    Un abrazo y buen día.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente veer queo que a insensatez humana fez e faz em nome tantas vezes ,até do progresso! Linda poesia!
    abraços, chica

    ResponderExcluir
  4. Creo que esos deseos de un mundo mejor los tenemos muchas personas pero con un grupo que se proponga fastidiar la fiesta es bastante para estropearla.
    Aquí tenemos un dicho que lo afirma (hoy tenemos un día maravilloso ya veras como viene alguien y lo "estropea"), bueno la ultima palabra no es esa es menos culta.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do poema!!
    .
    Ausência Silenciosa, liberdade suspensa
    Beijos. Um ótimo mês de Maio.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Pedro, nossos sonhos nem sempre se realizam....quando nascemos nossos sonhos nos trazem a esperança de um mundo de felicidade...eu me lembro de uma juventude de espera do impossível , a nova geração passava por cima dos desgostos da bomba atômica , e a guerra prometia o fim....mas de repente como uma nova primavera as flores voltavam e o progresso de novas descobertas para um mundo novo.
    Quem sabe a vida se renove e como uma nova humanidade seja renovada em luz.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Boa noite de Paz, amigo Pedro!
    Às vezes nossos sonhos são assassinados, mas a esperança nunca morre.
    Tenha um maio abençoado com muitas inspirações!
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  8. Profundo poema de nuestra sociedad. Te mando un beso.

    ResponderExcluir
  9. Sonhos perdidos de muita gente, Pedro Luso :(
    Que se transformaram em pesadelos.
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. São sonhos apenas.
    Mas, nunca devemos pensar que estão perdidos.
    Temos de ter esperança num mundo melhor.
    Um beijo
    :)

    ResponderExcluir
  11. boa dia!
    ótimo poema reflexivo.

    ResponderExcluir
  12. Nossos sonhos e desejos perdidos. Poema que expressa com beleza a destruição da natureza. Vivemos o caos.

    ResponderExcluir
  13. Anhelos de todos estimado Pedro.
    Un poema que toca la fibra del corazón.
    Hay mucho roto, pero no perdamos la esperanza amigo.
    Feliz jueves.
    Un abrazo

    ResponderExcluir
  14. Es cierto. ¡Cuántos sueños perdidos!...
    Esperemos que renazca la esperanza y venga un mundo mejor.
    Sensible y realista tu poema.
    Un beso.

    ResponderExcluir
  15. Querido amigo, bello poema y triste.
    Nuestros sueños perdidos en un mundo que se desangra
    Pero muchos miran para otro lado
    mientras llenan sus cuentas bancarias.
    Un placer leerte, gracias por visitar mi blog, lo valoro mucho
    Cariños y besos

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, Pedro
    Que o ser humano cuide da natureza com afinco, é um desastre o que vem acontecendo, espero que dias melhores apareçam, um forte abraço.

    ResponderExcluir
  17. Un bello y triste poema, para describir la realidad cruel de una sociedad que se desmorona.
    Hay que intentar rescatar esos sueños perdidos, Pedro.
    Un saludo.

    ResponderExcluir
  18. Olá, amigo Pedro,
    Poema sensível e melancólico. Onde a insensatez humana, causa perdas irreparáveis na natureza e no nosso bem estar.
    Gostei bastante.

    Deixo os meus votos de feliz fim de semana, com muita saúde e paz.
    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com
    https://soltaastuaspalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Tem aquela máxima que a esperança é a ultima que morre, Pedro, mas
    atualmente é uma frase perdida porque a esperança anda morta mesmo,
    Parece que as coisas pioram a cada e ver um mundo melhor fica cada vez
    mais longe, Boa noite ,Pedro e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  20. Osservazioni di rilievo, in questi versi intensi, molto apprezzati.
    Un caro saluto Pedro

    ResponderExcluir
  21. Que nunca perca a esperança, meu Amigo Pedro. A Natureza não está a perdoar-nos a incúria. Mas tudo se resolverá.
    Uma boa semana.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  22. Il sole, la natura, gli animali,tutto sarebbe fantastico se noi esseri umani imparassimo ad amare e rispettare quello che ci circonda..
    Ciao buona settimana, un abbraccio
    enrico

    ResponderExcluir
  23. Querido amigo, precioso poema.
    Donde quedaron nuestros sueños,
    Nuestros sueños se haran realidad, no hay que
    Perder la esperanza.
    Abrazos y besos

    ResponderExcluir
  24. Olá, Pedro! Uma poesia linda e reflexiva. Ainda mais em um momento como o de agora!

    Nos mande notícias de vocês, gostaria de saber se estão bem.

    ResponderExcluir
  25. Olá, talentoso Pedro!

    Um triste poema, mas que questiona o que muitos de nós sentimos. Maravilhoso poema! Um abraço 🤗

    ResponderExcluir
  26. Seguiremos soñando con un mundo mejor, todos queremos lo mismo, lástima que la realidad sea otra muy distinta.
    Unamos fuerzas, deseos y no perdamos jamás la esperanza.
    Cariños.
    kasioles

    ResponderExcluir
  27. Caro amigo e poeta Pedro Luso,
    O maravilhoso e tocante poema "Insensatez" traduz da forma mais cabal possível toda a sensibilidade das tuas intenções humanitárias com a natureza fluindo em seu apogeu de beleza e glória, mas, infelizmente, a tempestade veio assolar a terra já um tanto calcinada, e os teus sonhos se tornam tormentos e incertezas futuras. Que toda essa angústia, porém, não seja duradoura, afinal, contamos com a Providência Divina.
    Os teus sonhos iluminados voltarão, meu amigo, acredite.
    Tenha dias abençoados, extensivos à sua família e fique com o meu abraço amigo e solidário.

    ResponderExcluir
  28. Siempre tenemos buenos propósitos y bellos sueños por cumplir, aunque algunos no se puedan cumplir.
    Feliz fin de semana. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  29. Uma bela poesia mesmo em meio as tempestades.e uma forte inspiração. Parabéns. Minha oração pelos nossos irmãos do Rio Grande do Sul que tudo isso passe e essas chuvas cessem. Que ajude chegue para todos que estão sofrendo. Um abraço NalPontes 🙏😔

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde Pedro,
    Um poema, um grito aos atentados contra o Planeta, que o Homem tem perpetrado.
    Tenhamos esperança num mundo melhor, com o Homem mais consciente na defesa meio ambiente, tendo em conta os perigos que corremos.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Emília

    ResponderExcluir
  31. Pedro, volto atrás para dar-lhe meu abraço solidário sobre a calamidade que atingiu vossa cidade e todo o RS, desejando que esteja bem, assim como Taís e toda a vossa Família.
    Beijinhos,
    Emília

    ResponderExcluir
  32. Pedro, volto atrás para dar-lhe meu abraço solidário sobre a calamidade que atingiu vossa cidade e todo o RS, desejando que esteja bem, assim como Taís e toda a vossa Família.
    Beijinhos,
    Emília

    ResponderExcluir
  33. Querido amigo, te deseo de todo corazón un feliz fin de semana.
    Cariños y besos

    ResponderExcluir
  34. Meu caro,
    espero que estejam bem.
    O meu abraço solidário

    ResponderExcluir
  35. Pedro,
    Amo ler seus versos sempre.
    Me tras boas energias.
    Mas nesse momento peço
    a Deus por todo Rio Grande do Sul
    e que seu Povo tenha força e que
    toda empatia e toda ajuda faça
    diferença.
    Bjins de uma semana possível
    e melhor.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir

Logo seu comentário será publicado,
muito obrigado pela sua leitura e comentário.
Meu abraço a todos os amigos.

Pedro Luso de Carvalho