>

22 de mar de 2012

[Poema] JOÃO CABRAL - Pregão Turístico do Recife





- PEDRO LUSOD ECARVALHO


O poema Pregão Turístico do Recife, que é dedicado a Otto Lara Resende, faz parte do livro Duas Águas (Poemas Reunidos), de João Cabral de Melo Neto, publicado pela Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro, 1956, págs. 27-28:




PREGÃO TURÍSTICO DO RECIFE
João Cabral de Melo Neto



Aqui o mar é uma montanha
regular, redonda e azul,
mais alta que os arrecifes
e os mangues rasos ao sul.

Do mar extrair podeis,
do mar deste litoral,
um fio de luz precisa,
matemática ou metal.

Na cidade propriamente
velhos sobrados esguios
apertam ombros calcários
de cada lado de um rio.

Com os sobrados podeis
aprender lição madura:
um certo equilíbrio leve,
na escrita, da arquitetura.

E neste rio indigente,
sangue-lama que circula
entre cimento e esclerose
com sua marcha quase nula,

e na gente que se estagna
nas mucosas deste rio,
morrendo de apodrecer
vidas inteiras a fio,

podeis aprender que o homem
é sempre a melhor medida.
Mais: que a medida do homem
não é a morte mas a vida.





                       *    *     *


3 comentários:

  1. Adoro a virilidade do poema do JCMN. Gosto, especialmente, do poema dedicado ao Carlos Drummond. Lembro um trecho:

    Não há guarda-chuva contra o tempo
    Rio correndo sobre a casa
    Correnteza levando os dias
    Os cabelos

    Abraços
    Cesar

    ResponderExcluir
  2. Anônimo11:28

    demais

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO