>

29 de out de 2018

[Poesia] PEDRO LUSO - Reconstrução






RECONSTRUÇÃO
- PEDRO LUSO DE CARVALHO



Não nos descuidemos muito,
é grande e acolhedora
a nossa casa.

Não nos descuidemos muito,
a casa está sobre solo firme,
sem danos nos alicerces.

Não nos descuidemos muito,
juntos consertaremos portas,
e também janelas.

Não nos descuidemos muito,
logo a casa estará arrumada,
e nossa alma aliviada.







*   *   *






46 comentários:

  1. Oxalá Pedro. A casa precisa da força e da boa vontade de todos para que fique arrumada.
    Gosto do poema.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Pedro, meu amigo, estes são versos carregados de emoção, escritos por uma “alma aliviada”.
    Me arrepiei!
    Que a luz divina ilumine o teu país para que a “Reconstrução” aconteça em paz e alegria.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Que assim seja,Pedro! Precisamos!!! Há muito a fazer!Para tanto,bom mestre de obras precisamos ter.OXALÁ!!! Vejamos,tenho muito medo!!! abraços praianos,chica

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Pedro!
    Assim esperamos todos os brasileiros.
    Pela casa arrumada esperamos com fé.
    Poucas e profundas palavras poéticas que nos resumem pois nossa Pátria precisa de paz.
    Deus o e nos abençoe muito!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  5. Finalmente le cose vanno meglio, e i tuoi versi lo dicono chiaramente!
    Un saluto, Pedro,silvia

    ResponderExcluir
  6. Un bello poema con tintes de esperanza para que esa casa llegue a buen fin.
    Un abrazo y que todo sea para bien.

    ResponderExcluir
  7. Desejo um futuro promissor para o povo brasileiro que amo.
    Um abraço amigo deste lado do Atlântico.

    Rui
    Olhar D'ouro - bLoG
    Olhar D'ouro - fAcEbOOk
    Olhar D'ouro – yOutUbE * Visitem & subcrevam

    ResponderExcluir
  8. Que corra de vossa feição!

    Beijos e um excelente dia!

    ResponderExcluir
  9. Se palpa en esos versos la esperanza de encontrar lo perdido y de hallar nuevos senderos para la paz. No me queda más que añadir: así sea. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  10. Serenidad es lo que desprende su poema.
    Desde este rincón tranquilamente convulso donde también se busca la paz, reciba mis mejores deseos. Brasil lo merece.

    ResponderExcluir
  11. Desejo-vos muita sorte. Bem precisam...


    Bjos
    Votos de uma óptima terça-Feira

    ResponderExcluir
  12. Bom dia, Pedro
    realmente a nossa casa precisa ser arrumada, com a nossa ajuda tudo será consertado, até pequenos reparos podem ser ajeitados com a ajuda de todas as mãos que trazem em seu bojo o amor, a compreensão e a vontade de lutar para o bem de todos que vivem na mesma casa.Excelente poema e relevante ao momento que vivemos.Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Sim, não nos afastemos muito, o povo está pronto para emergir do caos, reconstruir o país, consertar o que preciso for, com determinação e garra. Democracia é o povo no governo, na luta pelo seu ideal.
    "Logo a casa estará arrumada,
    e a alma aliviada."
    Beijinho!

    ResponderExcluir
  14. Que assim seja amigo Pedro!
    Vamos confiar e esperar para que a nossa casa seja realmente arrumada.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  15. Muy profundos esos versos, una casa con buenos cimientos, un amor como un roble y robusta figura, un amor que ni un huracán lo rompe.
    Feliz noche Pedro.
    Un beso

    ResponderExcluir
  16. Desejo que tudo corra pelo melhor neste seu, e também um pouco nosso, Brasil…
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. A buen entendedor, pocas palabras...dice un refrán. Les deseo lo mejor, estimado Pedro, también a tu familia y a tu país.

    Abrazo.

    ResponderExcluir
  18. Que a reconstrução venha trazendo o melhor para o nosso povo tão sofrido e amargurado
    Um grande abraço amigo Pedro

    ResponderExcluir
  19. Sim, Pedro, a mudança tão necessária está pronta a comecar. Agora é preciso que, feitos os alicerces, o povo se una em mutirão e, tijolo a tijolo construa uma nova casa que não caia à primeira tempestade tropical. Os estragos foram tão grandes que não basta uma reconstrução; é preciso limpar os escombros por completo e começar tudo de novo, aproveitando, claro, todos os tijolinhs que ainda estiverem inteiros; não pode haver desperdícios, amigo! A casa ficará linda e a paz reinará de novo dentro dela. Um beijinho e...também me sinto " aliviada ". Boa noite
    Emilia

    ResponderExcluir
  20. Não nos afastemos amigo Pedro, deveria ser a ordem durante todo processo. Não se entende porque de tanto afastamento orquestrado. Só há um caminho esperar e esperar que as coisas tomem um rumo pacificador com um só objetivo.
    Um grito perfeito, um estímulo à esperança.
    Meu abraço e boa semana de paz e luz.

    ResponderExcluir
  21. Sentimos o Brasil de forma fraterna e desejamos que todos sejam felizes nesse extraordinário país.

    Belo e esperançoso poema!

    Grande abraço, amigo Pedro.

    ResponderExcluir
  22. Todos tenemos el mismo ahelo, aunque vivamos en distintos países.

    Besos

    ResponderExcluir
  23. Un abrazo, Pedro. Con mis mejores deseos sinceros para todos en tu patria. Que todo sea para bien.

    ResponderExcluir
  24. que assim seja amigo Pedro...que não sejam somente sonhos mas que a igualdade seja todos os dentes em todas as bocas e o alimento seja a seara farta das colheitas e os livros traduzam a poesia em todas as almas.
    um abraço

    ResponderExcluir
  25. Pedro,
    Que nos aproximemos bem
    e que nada faça sombra a nossa
    democracia.
    Lindo poema!
    Me fez muito bem
    ler e reler.
    Bjins
    CatiahoAlc. do Blog Espelhando

    ResponderExcluir

  26. apenas juntos (todo o Povo) se poderão concertar portas e janelas
    reconhecê-lo é, por si, meio "alívio de alma"!

    gostei do poema, meu caro Poeta Pedro Luso
    que viva o Brasil, multicultural e multicor.

    abraço, meu amigo

    ResponderExcluir
  27. Querido amigo Pedro, eu de volta e aqui lendo seus belos versos, sim, a casa será arrumada, pelo menos é o que esperamos, nós todos, os brasileiros que trabalham e somente querem ver seus impostos sendo bem utilizados para o bem de todos, e nunca mais, quem sabe, ser a pátria tão assaltada!
    Vamos de novo voltar a acreditar, a esperança foi a única deixada na "Caixa de Pandora"!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  28. La casa es de todos, bien dices, no nos afastemos, la unión hace la fuerza.
    No hay que perder jamás la esperanza.
    Te deseo un buen fin de semana.
    Cariños.
    Kasioles

    ResponderExcluir
  29. Também desejo que tudo corra da melhor maneira possível para o querido Brasil, mas tenho de ser sincera: só vendo para crer...
    O ódio não se transforma em amor tão depressa.
    É por isso, que este seu apelo à paz e concórdia é muito louvável.
    Abraço, Amigo.
    Ps ~ deixei-lhe uma nota ao seu comentário no Refúgio dos Poetas.
    ~~~~~~

    ResponderExcluir
  30. Mis mejores deseos.
    Tu poema es magnífico.
    Un beso.

    ResponderExcluir
  31. Um poema cheio de significado
    Haja sempre esperança
    Muitos Parabéns
    Abraço

    ResponderExcluir
  32. Hermoso y quiera Dios que Brasil sea un ejemplo de paz y armonía para el mundo.

    Un abrazo.

    mariarosa

    ResponderExcluir
  33. Um poema de esperança tão necessária para nossos dias. Pena que ainda estejamos tão divididos e a união necessária esteja ainda distante. Que venha a PAZ.
    Grata pela sua visita e uma alegria tê-lo comentando por lá.

    ResponderExcluir
  34. Espero bem que essa reconstrução aconteça mesmo. E que não se faça tendo a pobreza como alicerce...
    Excelente poema, parabéns.
    Caro Pedro, um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  35. Olá amigo Pedro
    É realmente o que nos resta depois de tanta angustia e incertezas, tecer a esperança de que dias melhores virão, e que Deus nos ajude.
    grande abraço
    Léah

    ResponderExcluir
  36. Es un poema que resume esperanzas y anhelos, Pedro. Me adhiero a los mejores deseos de paz y prosperidad para un país grande "en cuerpo y alma".

    ResponderExcluir
  37. Assim espero, Pedro... apesar de muitas das palavras e ideias, que ouvi ao vencedor, ainda muito antes do período eleitoral, e que por cá passaram em muitas peças jornalísticas... apenas me terem causado muita perplexidade... confesso!...
    Mas esperemos, que uma nova fase, se inicie, por aí, o quanto antes!... Imagino como o sistema de justiça, daí ficará aliviado... se todos andarem de arma na mão... fazendo justiça, na hora... como o mesmo defendia...
    Bjs! Feliz fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  38. Que a casa fique perfeitamente arrumada e o povo brasileiro encontre a paz e tudo aquilo que deseja e merece.
    Maravilhoso poema.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  39. Siempre hay una puerta abierta a la esperanza, Pedro. Yo así lo ansío para vosotros Tu poema es brillante.
    Abrazos

    ResponderExcluir
  40. Que así sea y que se realice lo deseado, un buen domingo.

    ResponderExcluir
  41. Tudo pelo melhor
    se for possível
    em liberdade e democracia

    ResponderExcluir
  42. Boa tarde Pedro,
    Magnífico poema!
    Que essa terra forte e fértil continue a seu uma grande nação onde todos possam viver em paz e liberdade.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  43. Olá de novo
    Só para convidar a ler o novo Capítulo de Um Oceano entre nós - II
    Beijinho

    ResponderExcluir
  44. Passei para ver as novidades.
    Mas goste de reler o seu magnífico poema.
    Caro Pedro, um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  45. Belo poema, meu jovem! Parabéns! Conversando com Salomão Ribas Junior, ele lembrou e enalteceu o teu discurso no idos dos grandes congressos de politica estudantil. Falou que tu eras também um Cícero daquela época, bem como o Jaraguá, que depois se tornou um grande advogado criminalista de excelente oratória. Ribas só não falou dele mesmo, que também foi quase um Cícero! Foi ele quem fez o discurso de saudação em minha posse. Quando eu o receber pelo youtube, te passarei. Grande abraço, amigo Pedro! Tudo de bom! Laerte.

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO