>

20 de out de 2017

(Poesia) PEDRO LUSO – Abertura de Carnaval







ABERTURA DE CARNAVAL
PEDRO LUSO DE CARVALHO




Ouço o pandeiro e o tamborim,
dando ao samba majestade.
É o samba com seu esplendor,
escondendo a dor do sambista.

Chega no ritmo o nobre casal,
porta-bandeira e mestre-sala.
Brilha a moça com a bandeira,
a dança  do mestre  ilumina.

Vem atrás (da porta-bandeira
e do parceiro mestre-sala),
uma imensa escola de samba.
Grande demais para um poema.





*   *  *





41 comentários:

  1. Gostaria de saber versejar assim.
    : )

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, Pedro!!!
    Que bela poesia, como sempre nos fazendo imaginar toda a cena, muito lindo. Parabéns!!!
    Feliz dia do Poeta!!!
    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
  3. Una manifestazione speciale, per una ricorrenza ricca di musica e variopinti costumi
    Un saluto, Pedro,silvia

    ResponderExcluir
  4. Gracias Pedro por compartir este bello homenaje al carnaval vistoso, colorido y con ritmo sonado, ya pronto llega.
    Un abrazo.
    Ambar

    ResponderExcluir
  5. A alegria, o samba quando brilha na passarela, esquece a tristeza! Os próprios passistas esperam o ano inteiro para viverem seus sonhos de um dia transformarem-se em reis e rainhas, seguidos pelos pierrôs e colombinas...
    Lindo poema, mostra a realidade do maior carnaval do mundo emoldurado pelo samba enredo, o espírito brasileiro na ginga especial dos sambistas.
    Belo, perfeito!
    Beijinho daqui do lado.

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso. AMEI! :)

    Beijos
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  7. Que lindo Pedro!
    E o nosso carnaval é tudo isso e muito mais.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  8. De facto a grandiosidade do desfile de uma Escola de Samba, não caberia num só poema. Ainda que este seja tão belo e representativo dos sonhos e ilusões dos sambistas.
    Gostei muito, Pedro.
    Grata pela partilha.

    Um abraço e votos de dias felizes.

    ResponderExcluir
  9. Olá Pedro!
    Não sei sambar nem versejar...
    É pequeno o teu poema, mas nele cabe "uma imensa escola de samba". Basta sonhar. Isso eu sei!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. La samba que bella y alegre melodía. La música y el baile portadora de alegres sensaciones con las que se olvidan las penas...
    Un bello poema Pedro.
    Un abrazo y buen domingo.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Pedro.
    Lindo poema.
    O Carnaval traz uma beleza Histórica, na maioria das vezes.
    Há de ter muito talento para sambar com alegria as mazelas da alma e da sociedade.
    Representar um tema através deste casal,representar o simbolismo , é uma responsabilidade grande que o fazem lindamente.
    Parabéns.
    Excelente domingo e semana.
    Beijos na alma.
    Paz e luz.

    ResponderExcluir
  12. Es un poema que recoge la magnificencia, el colorido y el frenesí de los carnavales en tu país, estimado Pedro, famosos e insuperables.

    ResponderExcluir
  13. Olá amigo Pedro, um lindo poema com muita categoria poética como os demais que escreves. O carnaval uma festa popular que é apreciada por muitos . Você retrator perfeitamente a abertura que tantos esperam. Parabéns! Grata pela visita, volte sempre. Abraços

    ResponderExcluir
  14. Que lindo,Pedro e como corre esse tempo, logo estaremos lá! saudações e abraços praianos,chica

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde! Amigo, vi seu comentário lá no blog da Lourdes no Poetizando e vim conhecer seu blog. Amei suas poesias, só um grande poeta escreve assim com tanta sensibilidade. Parabéns! Seguindo seu blog, fique a vontade para conhecer e seguir o meu. Abraços

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde, Pedro, como sempre, mais uma pérola para lermos aqui,
    escrever sobre o carnaval, escola de samba, até nos parece coisa fácil,mas ao contrário,é como o sambista do seu poema,que muitas vezes samba, porém seu coração sangra, até deu uma rima pobre rsssssssssss. Gostei de sua comparação da extensão da escola de samba e o número de palavras que teria que usar para descrevê-la inteira.Poema cheio de emoções. Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Fabulous poem, Pedro!
    Sadly, the partying always has to eventually come to an end...
    Love the picture too...such a powerful image of the carnival!

    Have a Great Weekend:)

    ResponderExcluir
  18. NO SÉ QUE ES UN CARNAVAL, PERO EL FIN DEBE SER COMO LA DEGRADACIÓN DE LOS COLORES. EXCELENTE POEMA.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  19. Oi, Pedro...ser brasileiro é sonhar uma nova realidade a cada passo...fazer a transgressão social através da nossa alegria... e nossas fantasias têm o poder de recriar uma realidade surreal em uma fina ironia do inconsciente.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  20. No seu poema, meu Amigo Pedro, cabem todas as escolas de samba porque o sentimento não ocupa espaço e as suas palavras sintetizam bem a fantasia que é o Carnaval do Brasil.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  21. Já está prestes a começar um novo carnaval, mas antes há S. Martinho a mandar provar o vinho e há Natal a convidar à magia, à solidariedade, à reflexão sobre o ano que, também antes, acabará; muito caminho há ainda a percorrer, com muita festa, muita alegria, grandes dores, muitos amores e desamores também; os acontecimentos serão muitos e variados, não caberão num poema, mas
    muitos surgirão cantando as alegrias do povo, as dores de todos nós, as desgraças deste mundo ;
    Tenho a certeza que os teus poemas serão grandes o bastante para animar os teus leitores , nestes entretantos, neste compasso de espera, neste caminho a percorrer antes que soem os primeiros
    tambores. Esperemos o carnaval, amigo! Até lá sonhemos com as mudanças que tardam. Beijinho e parabéns
    Emilia

    ResponderExcluir
  22. Três dias... que darão forças para aguentar os trezentos e muitos dias do ano... em que haverá bem menos alegrias...
    Um belo e assertivo poema, assinalando o Dia do Poeta...
    Um grande abraço! Feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  23. O teu poema tem a matriz da alma brasileira. Brasileiro é solto e alegre. O samba corre-lhe nas veias. Acho maravilhoso! mas ... há sempre um "mas" e esse é triste.
    Belo poema!

    Beijinho, Pedro.

    ResponderExcluir
  24. Linda homenagem poética ao carnaval.
    Boa semana
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  25. Un poema muy bueno!!

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  26. "É o samba com seu esplendor,
    escondendo a dor do sambista."

    dois versos onde cabe todo um "sambromono" (?)
    excelente Poema, caro amigo

    forte abraço

    ResponderExcluir
  27. Um belo poema com os ritmos do samba e do Carnaval.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  28. Me ha hecho sonreír, una sonrisa estirada y tierna, el último verso del poema, ha sido realmente una muy buena conclusión que, tendría que aplicarme yo todos los días cuando me pongo a escribir. Parabens. Franziska

    ResponderExcluir
  29. Uma alegre poesia lembrando a alegria do carnaval.
    Um abraço. Élys.

    ResponderExcluir
  30. OI PEDRO!
    E NÃO É QUE TENS RAZÃO?
    SERIA MUITO INJUSTO CONTINUARES, SEM QUE COLOCASSES A ESCOLA DE SAMBA INTEIRINHA EM TEU POEMA.
    MUITO INTELIGENTE DE TUA PARTE, COMEÇAR EMOCIONANDO E CHEGAR A ESTA CONCLUSÃO, OBVIA E INUSITADA. RSRSRSR
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Boa noite!
    Vim agradecer sua amável visita ao blog da biblioteca na qual sou moderadora. É muito bom iniciar um trabalho na blogsfera e sentir que estamos agradando. Os elogios dos seguidores, o seu tem motivado a continuar. Obrigada de coração.
    Desculpe hoje está com uma visitinha rápida, depois de um longo dia de trabalho, faço isso com carinho para lhe agradecer e dizer, muito obrigada!
    Abraços da amiga Elza e da colega Lourdes que juntas tentamos acertar com as postagens.

    ResponderExcluir
  32. E o Carnaval de novo já está quase chegando.
    Gostei muito deste poema.
    Um abraço
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  33. Um belíssimo poema amigo Pedro .
    Mais um carnaval bem diferente de alguns anos atrás,
    mas ainda resta a magia das valsinhas que nunca será esquecida.
    Hoje é as escolas a ganhar as ruas nas grandes cidades
    com desfiles de rara beleza.
    Pedro um abraço .
    Evanir.

    ResponderExcluir
  34. Que lindo quadro pintado desta festa brasileira.
    A alegria cobre as mazelas sob o tapete negro.
    Depois só cinzas.
    Abraços amigo.

    ResponderExcluir
  35. Don Pedro:
    cuando se escuchan los primeros compases de una samba, el cuerpo se pone a bailar. Por instinto.
    Viva a samba!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  36. Hola, Pedro.
    Aunque es cierto que a veces una historia tiene tanto fondo que es difícil sintetizarlo en un poema, no es éste el caso. Aquí he visto entreabrirse una ventana enseñando poco a poco el latido interior,
    Como en la canción de Aragao, Malandro.

    ResponderExcluir
  37. Boa noite Pedro
    Um belo poema, com a alegria do carnaval. Muitos esperam e se preparando para esse momento, onde se realizam. Um feliz fds meu amigo. Grande abraço.

    ResponderExcluir

  38. E no final da folia os foliões entorpecidos pela magia da festa voltam para a realidade de suas vidas. Um belo poema Pedro
    Um abraço

    ResponderExcluir
  39. Que bom que era o carnaval,
    Onde a máscara era vestida
    Abrangendo toda a vida,
    Na no meu tempo jovial.

    Hoje, não é mais igual
    Meu sonho - vive-se à lida
    Do afazer e a divertida
    Máscara, é feição facial

    Com os desencantos, encantos,
    Alegrias, sonhos, prantos,
    Tristezas, tragédias, glórias

    E o carnaval e seus cantos:
    Samba, marcha e outros tantos
    Sons, hoje já me são memórias.

    Grande abraço, amigão! Não postei mais nada por estar naquela luta da campanha à tal cadeira. Laerte.

    ResponderExcluir
  40. São dias em todos se empenham em esquecer as suas tristezas...
    Para contá~las, nem uma ode chegava, talvez uma epopeia...
    Oxalá se reabilite, porque gosto do Carnaval de outrora.
    Abraço, Amigo.
    ~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO