>

14 de dez de 2014

[Filosofia] PEDRO LUSO – O Curso da Vida




[ESPAÇO DA FILOSOFIA]

 O CURSO DA VIDA
  – PEDRO LUSO DE CARVALHO
  
A vida não transcorrerá por ato de nossa vontade; o seu curso dar-se-á independentemente de nossos planos. A certeza que podemos ter é que não encontraremos fórmula que possa habilitar-nos a traçar nosso destino. A nossa capacidade para agir em relação à vida não irá além das resoluções de impasses, com os quais haveremos de nos deparar.  
Será aos sobressaltos que a vida transcorrerá, oferecendo-nos menos do que dela esperamos. O nosso corpo, que hoje é saudável, amanhã poderá estar doente; a alegria, que hoje é desfrutada, poderá dar lugar à tristeza. Daí causarem-nos pena as pessoas que esperam que suas vidas tenham o seu curso como foi por elas planejado.
A realidade impor-se-á: o que foi propalado pelos falsos pensadores não será a vida possível; a vida mostrar-se-á simplesmente com sua fragilidade e sua imponderabilidade – alheia a quaisquer controles definitivos. Apelemos então aos controles provisórios, como é exemplo a dignidade – a luz para desfazer a sombra da dor e do medo.

         
        *  *  *

Um comentário:

  1. Acredito que a única coisa que poderemos alterar em nossas vidas é o que diz respeito às nossas atitudes. Colheremos bons frutos se plantarmos boas sementes no quesito moral e ética; serão mais saudáveis fisicamente àqueles que tiverem uma alimentação mais adequada. O resto seguirá seu curso: tristezas, decepções, frustrações, doenças, perdas e alegrias virão na hora que menos esperarmos. A vida não se verga à nossa vontade, seu curso é soberano. Cabe a nós, apenas, tentarmos amenizar ou prolongar alguns sofrimentos. Somos pequenos demais, um grãozinho, para pensar que podemos alterar essa grandiosidade, esse mistério que é a vida.
    Gostei dessa!!

    Beijinho da sala ao lado!

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO